fbpx Skip to main content

Previsão de chuvas abaixo da média podem suspender a geração de energia

bece3c_d8f6052910b64c33affe9d9d545e4395-mv2

Com a previsão de chuvas abaixo da média histórica entre outubro e abril de 2017, as hidrelétricas da região Nordeste podem ter que suspender a geração de energia, informa a edição desta semana da Folha de S. Paulo.
Sobradinho, reservatório baiano que é o maior da região, deve atingir o volume morto ainda neste ano. Em 2015, a represa ficou a 0,2 décimo de chegar a esse nível. Além disso, a previsão de continuidade de seca no Nordeste ameaça parar também usinas termelétricas a carvão.
No Ceará, o governo pode ter que escolher entre fornecer água para resfriá-las ou para abastecer a população de Fortaleza. Já a geração de energia eólica vem batendo recordes seguidos, chegando em alguns momentos do dia a ser responsável por abastecer 67% da demanda da região Nordeste, entretanto, o verão é o período com menos vento.
O Ministério de Minas e Energia informou à Folha de S. Paulo que o risco de deficit de energia este ano é zerado e que “não visualiza risco de desabastecimento”. De acordo com a pasta, o Nordeste tem grande capacidade de geração eólica e que os problemas com as usinas de carvão estão sendo solucionados.
Acompanhe a matéria na íntegra em: http://bit.ly/2ddyoZ4
%d blogueiros gostam disto: