fbpx Skip to main content

Econômico e acessível a qualquer tipo de imóvel, os módulos fotovoltaicos vêm atraindo a atenção dos brasileiros

bece3c_5e8469cd0f0a4d6e9d9e4c3521f77d3d

 

A profusão de debates sobre a economia global (e questionamento do seu modelo baseado em recursos finitos) vem impulsionando mais e mais pessoas a buscarem alternativas longevas, menos impactantes à natureza e, claro, econômicas. De uns tempos pra cá, vários países também enxergaram as vantagens da energia limpa e multiplicam os incentivos governamentais no setor (como falamos nesta matéria). Estudo recente da Agência Nacional e Energia Elétrica (Aneel), estima que até 2024 mais de 700 mil casas brasileiras vão gerar a própria eletricidade por meio da luz solar.

De olho nos benefícios dessa tecnologia, o engenheiro Maricélio Vieira Soares, que mora em Belo Horizonte (MG), equipou sua casa com painéis solares da Solsist. Segundo ele, o principal motivo do investimento foi a economia. “Estou poupando cerca de 80% no valor da conta de luz e nos últimos meses paguei apenas a tarifa mínima de energia e taxa iluminação pública”, comemora. Luciano Vinti, engenheiro da equipe Solsist, garante que o usuário pode ter uma economia ainda maior, já que a redução média gira em torno de 90%. “Isso varia de acordo com o consumo, com o porte da instalação e a classe de consumo do cliente na concessionária”, explica.

bece3c_865f9f11fdeb4a8c90c263d22e31ab31-mv2

Ficar livre das instabilidades e surpresas do setor energético convencional (que muitas vezes empurra os custos de uma má gestão para o consumidor final), é outra vantagem relatada pelos clientes da Solsist, como relata Vinti. Inclusive essa também foi uma razão que levou Maricélio a investir nos painéis solares. “Hoje tenho maior independência em relação às oscilações do preço desse insumo, que são alterados de acordo com os cenários políticos e econômicos”, sublinha. Para ele, gerar a própria energia foi uma excelente escolha. “Os equipamentos têm baixo custo de manutenção, a instalação ocorre de forma rápida, sem aborrecimentos, e terei o retorno do capital investido em um período relativamente curto”, destaca. Outro ponto que reforçou sua decisão em instar o equipamento, foi o longo prazo de garantia dos equipamentos: sete anos para o inversor, 10 anos para possíveis defeitos de fabricação das placas e 25 anos de garantia para sua eficiência de geração.

 

Solsist Energia - Cases

Agora que te explicamos como as placas solares são um bom negócio, você pergunta: elas podem ser instadas em qualquer tipo de imóvel? A resposta é sim. A única restrição para o bom funcionamento do sistema fotovoltaico são as zonas de sombreamento, esclarece Luciano Vinti. Como as placas precisam de luz para gerar energia, em regiões de matas fechadas, onde não bate sol, ou locais com muito sombreamento durante todo o dia, o benefício não será alcançado facilmente. Vale a pena lembrar que isso não tem nada a ver com temperatura baixa ou alta, ok? O que interfere é a intensidade da iluminação natural. Conheça, logo abaixo, as vantagens que cada tipo de imóvel pode ter com o sistema Solsist:

Apartamento: você não precisa morar em uma cobertura para instalar os painéis solares. Eles podem ser posicionados em uma área comum do edifício, como local da caixa d’água, ou coberturas de estacionamentos por exemplo. Uma excelente dica é convencer o síndico e moradores a instalar o sistema para uso do próprio condomínio. O excedente de energia pode ser dividido entre os condôminos e todos economizam na conta de luz.

Casa de campo: são excelentes locais para os painéis solares, pois costumam ter boa iluminação e poucas áreas de sombreamento. E o melhor, os créditos gerados na sua casa de campo podem ser usados para economizar na conta de luz de sua casa na cidade.

Escolas, shoppings ou clubes: como esses imóveis costumam ter tarifas de energia mais baratas o retorno do investimento pode ser mais demorado. Por outro lado, há um excelente ganho em marketing positivo, o que agrega valor para a marca. Um ótimo exemplo é a indústria cosmética Bio Extratus, que investiu em sua autossuficiência energética gerando forte impacto na mídia.

%d blogueiros gostam disto: