fbpx Skip to main content

Equipe Solares faz sua primeira prova no Desafio Solar Brasil 2017

Hoje (20), a equipe Solares, que desenvolveu o primeiro barco solar do Espírito Santo para competir no Desafio Solar Brasil 2017, partiu para água para sua primeira prova na competição. A volta foi um sucesso e a expectativa continua alta para as próximas fases do evento que encerra somente nesta sexta (22), em Angra dos Reis. Antes de chegar às águas, o barco da Solares passou por uma série de testes como: ajustes na embarcação, inspeção naval e elétrica, obtendo êxito em cada uma delas.

Para quem ainda não conhece, o projeto da equipe Solares envolve o trabalho de 29 alunos da arquitetura, engenharia elétrica, mecânica, computação e produção da UFES (Universidade Federal do Espírito Santo) e conta também com o apoio da Solsist Energia, que doou os quatro painéis fotovoltaicos e o controlador de carga da embarcação.

c08ecbe6401997ca46b486ad5e99121bO barco solar do Espírito Santo foi projetado com quatro painéis solares de 260Wp cada e quatro baterias totalizando 1500Wh de energia. O motor tem potência nominal de 5kW. Durante a prova mais longa da competição, que dura 4 horas, é estimado que o barco desenvolva velocidade média de 10km/h, utilizando 50% da potência do motor. Em provas mais curtas, como a de hoje, a embarcação pode atingir até 20km/h.  O intuito do projeto é mostrar que é possível utilizar apenas energia solar para navegar. Portanto, toda energia para recarga das baterias será advinda dos painéis fotovoltaicos.

De acordo com o diretor da iniciativa, Rafael Castro, a equipe Solares construiu um barco robusto, que completa todas as provas da competição. E, apesar de ser uma equipe iniciante, vai brigar de igual para igual com as equipes antigas, para levar a vitória para o Espírito Santo.

A Solsist Energia está de BH acompanhando todo o evento e mandando boas vibrações para a equipe Solares. E, claro, torcendo pela vitória!!!

Desafio Solar Brasil

f33fe17a54beb918c4365cefd6427889O Desafio Solar Brasil é um rali de barcos movidos à energia solar que visa estimular o desenvolvimento de tecnologias para fontes limpas de energias alternativas. Bem como divulgar o potencial dessas tecnologias aplicadas em embarcações de serviço, recreio e transporte de passageiros.

O projeto caracteriza-se também como o início de uma articulação internacional, pois inspira-se na Frisian Solar Challenge, competição realizada a cada dois anos na Holanda que se constitui no principal evento europeu para embarcações solares, durante o qual os participantes percorrem 220 quilômetros de canais das 11 cidades da região de Frísia, no norte do país.

A meta é que a competição brasileira articule instituições e universidades na América Latina e futuramente, corresponda a uma das etapas de um circuito internacional ampliado, não apenas restrito ao continente europeu.

O Desafio Solar Brasil é uma realização do NIDES – Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social / UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro, em conjunto com o Lafae – Laboratório de Fontes Alternativas de Energia da UFRJ e a engenharia mecânica da UFRJ/Macaé.

A expectativa para o projeto é atrair, a cada edição, equipes representantes de diversas instituições educacionais e de centros de pesquisa do mundo inteiro. Uma oportunidade de compartilhar conhecimento e experiências sobre energia solar em um ambiente mais amigável que competitivo.

 

%d blogueiros gostam disto: