fbpx Skip to main content

Céu de Pequim ganha templo do ar limpo

bece3c_941314b8374d4ea18a4a5d48d09a2e8b-mv2

“O dano que a poluição faz à cidade é gigantesco. Morre mais gente pela poluição do que pelo câncer e a malária juntos. É uma loucura e não deveríamos aceitar isso”, adverte o artista holandês, Daan Roosegaarde, ao apresentar à imprensa o maior purificador atmosférico do mundo, o chamado Smog Free Project, durante a Semana Internacional do Design da capital chinesa.
É uma torre de sete metros, com um design que mistura inspiração das formas de arquitetura clássica chinesa com um toque futurista, e aguarda uma missão titânica: purificar o céu de Pequim, um dos mais poluídos do mundo.
Com capacidade para limpar, com 75% de efetividade, cerca de 30 mil metros cúbicos de ar por hora, a torre purificadora filtra em um dia um volume equivalente ao ocupado por um estádio de futebol, embora seu rendimento dependa das condições meteorológicas, especialmente do vento, e do nível de poluição.
“Esta beleza não utiliza mais eletricidade que um aquecedor de água e a próxima versão será energeticamente neutra, com painéis solares”, explica Roosegaarde.
Interessante e ambicioso o projeto do artista holandês, não é mesmo? Clique aqui e leia a matéria completa.
%d blogueiros gostam disto: